ISRAEL, NAÇÃO SACERDOTAL – PARTE IV

Igreja e Israel – Formação do Israel Espiritual

IsraelA primeira vez em que a Bíblia menciona um “Israel Espiritual” está em Gn 35:10 e 11:

E disse-lhe Deus: O teu nome é Jacó; não se chamará mais o teu nome Jacó, mas Israel será o teu nome. E chamou o seu nome Israel. Disse-lhe mais Deus: Eu sou o Deus, Todo-Poderoso; frutifica e multiplica-te; uma nação e multidão de nações sairão de ti…

 Gên 35:10  ויאמר־לו אלהים שׁמך יעקב לא־יקרא שׁמך עוד יעקב כי אם־ישׂראל יהיה שׁמך ויקרא את־שׁמו ישׂראל׃

  Gên 35:11   ויאמר לו אלהים אני אל שׁדי פרה ורבה גוי וקהל גוים יהיה ממך ומלכים מחלציך יצאו׃

Observe:

De Jacó (Israel) sairia uma nação = Israel

E também uma multidão de nações = Igreja Gentílica

Multidão de Nações = Kahal Goyim וקהל גוים

(Kahal = Congregação, Assembléia / Goyim = Gentios, Estrangeiros)

Repare:

Deus separou Israel em relação à Igreja Gentílica quando disse “e”… deixando claro que cada um tem a sua própria identidade.

Deus só deu a promessa de uma igreja gentílica a Jacó após ter mudado seu nome.

Para compreendermos o que é o “Israel de Deus” também precisamos entender o que significa “Israel”:

Então disse: Não se chamará mais o teu nome Jacó, mas Israel: pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens e prevaleceste. Gn 32:28

Israel Significa:

  • Príncipe com Deus
  • Ele luta com Deus
  • O que luta com Deus
  • Que Deus persevere

Nem todos os filhos, segundo a descendência de Abraão, são “Israel de Deus”

O que a Bíblia nos diz de “ser um israelita”:

Rm 9:6-8

Não que a palavra de Deus haja faltado, porque nem todos os que são de Israel são israelitas; nem por serem descendência de Abraão são todos filhos; mas: Em Isaque será chamada a tua descendência.

Isto é: não são os filhos da carne que são filhos de Deus, mas os filhos da promessa são contados como descendência.

Texto bíblico

Rm 9:10, 12-13

E não somente esta, mas também Rebeca, quando concebeu de um, de Isaque, nosso pai… Foi-lhe dito a ela: O maior servirá o menor. Como está escrito: Amei Jacó, e aborreci Esaú.

O Israel Espiritual

O Israel Espiritual:

Gl 6:15-16

Porque, em Cristo Jesus, nem a circuncisão nem a incircuncisão têm virtude alguma, mas, sim, o ser uma nova criatura. E, a todos quantos andarem conforme esta regra, paz e misericórdia sobre eles, e sobre o Israel de Deus.

O “Israel de Deus” mencionado por Paulo se tornou uma das expressões mais incompreendidas do Novo Testamento.

Israel de Deus

Ela é usada erroneamente nos dois extremos:

1) Aqueles que defendem a Teologia da Substituição dizem que a Igreja é o Novo Israel que substituiu os judeus. Portanto Israel deixou de ser o povo de Deus.

2) Alguns judeus afirmam que a expressão de Paulo está falando exclusivamente dos judeus e que “Israel” jamais poderia significar os gentios.

Nova Criatura

Ora, havia na Galácia os Judeus Messiânicos e os Gentios Messiânicos. Esta era a Igreja dos Gálatas, isto é, tanto judeus quanto gentios aliançados com Jesus e este era o povo que recebeu a epístola de Paulo.

Paulo está dizendo aos moradores da Galácia:

“a todos que vivem conforme a regra, isto é, o SER NOVA CRIATURA”.

Este é o Israel Espiritual. A união dos judeus que se tornaram NOVA CRIATURA através da graça do Senhor Jesus Cristo junto aos gentios que “endossaram” o sacrifício de Jesus.

O exemplo da Oliveira

Rm 11:17-23

E, se alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo zambujeiro,foste enxertado em lugar deles, e feito participante da raiz e da seiva da oliveira, não te glories contra os ramos; e, se contra eles te gloriares, não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz a ti. Dirás, pois: Os ramos foram quebrados, para que eu fosse enxertado. Está bem; pela sua incredulidade foram quebrados, e tu estás em pé pela fé; então não te ensoberbeças, mas teme. Porque, se Deus não poupou os ramos naturais, teme que te não poupe a ti, também. Considera, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; mas, para contigo, a benignidade de Deus, se permaneceres na sua benignidade; de outra maneira, também tu serás cortado. E também eles, se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; porque poderoso é Deus para os tornar a enxertar.

A figura da Oliveira e do Zambujeiro nos dá a idéia deste Israel Espiritual:

  • Alguns ramos (judeus) foram cortados, mas não todos.
  • Os gentios foram enxertados em Israel e passaram a ser “um” com eles.
  • Em todo enxerto a árvore original é ferida.
  • Todo ramo enxertado perde as suas características originais.
  • Enquanto o ramo enxertado permanecer na árvore receberá de sua seiva e produzirá os mesmos frutos da árvore original

Deus tem uma Oliveira que é cultivada por Ele.

Esta é o Seu “Israel Espiritual”. Ela foi formada por Deus e herdará todas as Suas promessas.

Continua…

Anúncios