Palestras sobre Holocausto 9 a 11 de outubro

curso

Anúncios

X Workshop Instituto Abba – Tema escolhido – “O Judaísmo e a origem do Cristianismo”

Nossos últimos três posts têm retratado o que vínhamos pensando e orando sobre e para o nosso X Workshop. Sempre nos impressionou o legado que recebemos do povo de Israel por meio das Escrituras; a cultura judaico-cristã emergente em todo contexto bíblico; e a identidade  da Igreja formada pelos dois povos – judeus e gentios crentes em Cristo Jesus.

Os textos do jornalista Rodrigo Constantino e do Rabino Jonathan Sacks  instigaram a voltar a um assunto que já estudamos mas que, de tão óbvio, precisa ser repetido, inculcado como dizem as Sagradas Letras, a palavra de Deus. Assim, chegamos à escolha do tema do nosso décimo workshop:

O Judaísmo e as origens do Cristianismo: Legado, Continuidade e Identidade.

fotos-terra-santa-073Vamos falar da formação da identidade judaica e a sobrevivência dessa identidade. Uma identidade que não era pautada na cultura da época mas na sua identidade religiosa, respondendo do interior para o exterior. Faremos uma reflexão sobre a identidade cristã nos dias de hoje buscando os princípios nos quais ela é pautada.

O trecho abaixo é da carta de um cristão anônimo do século II, endereçada a Diogneto e descreve de maneira viva e atual as características da vida cristã – sua identidade, das origens judaicas – o legado, e o seu conteúdo de surpreendente novidade em um mundo que não era cristão. Este texto reflete um pouquinho da temática que trataremos no workshop.

Os cristãos não se distinguem dos outros homens nem por território, nem por língua, nem pela maneira de se vestir. Eles não moram em cidades próprias, não usam uma linguagem particular, nem levam um tipo de vida especial. A sua doutrina não é conquista do gênio irrequieto de homens perscrutadores; nem professam, como fazem alguns, um sistema filosófico humano. Vivendo em cidades gregas ou bárbaras, conforme a sorte reservada a cada um, e adaptando-se aos costumes da localidade, na maneira de vestir, de  comer e em todo o resto do seu viver, dão exemplo de uma forma de vida social maravilhosa, que, como todos confessam, tem em si alguma coisa de incrível. Vivem em sua respectiva pátria, mas como gente estrangeira, participam de todos os deveres como cidadãos e suportam as obrigações como estrangeiros. Qualquer terra estrangeira é pátria para eles e qualquer pátria lhes é estrangeira. Casam-se como todos os outros e geram filhos, mas não os abandonam. Têm em comum a mesa mas não o leito. Vivem na carne mas não segundo a carne. Passam a sua vida na terra, mas são cidadãos do céu. Obedecem às leis estabelecidas, mas com o seu modo de vida superam as leis. Para dizê-lo em uma palavra, os cristãos são no mundo o que a alma é no corpo”.

Esperamos vocês no dia 28 de novembro, de 8 às 18 horas, nas dependências do Seminário Cristo para as Nações em Belo Horizonte. As inscrições já estão abertas no Abba ou no Cristo para as Nações.

Que o Senhor nos abençoe e nos guarde!!!

Instituto Abba – 2512-8969 e Seminário Teológico Cristo para as Nações – 3025-7222